quarta-feira, 31 de outubro de 2012

HISTÓRIA DE BRUXA

Olá, hoje vou postar um conto de Bruxa de minha autoria, todos sabem que não sou escritora, fiz este simples conto para utilizá-lo em uma contação de histórias, compartilho com vcs, espero que gostem.
Beijos.
Lembrem de deixar um recadinho, obrigada.


Poção de Bruxa

                  Olá, eu sou a bruxa PA ou TI, como preferirem, eu já nasci bruxa filha de bruxos, eu moro no fundo da Floresta Encantada Escura e lá tem uma escola para bruxas, minha mamãe me matriculou lá para que eu me tornasse a bruxa mais malvada de toda a floresta. Eu aprendi muitas poções mágicas e passei muito tempo fazendo maldades até que, em uma noite de lua minguante, uma coisa muito curiosa aconteceu. Querem saber? Vou contar:
               A mais ou menos mil anos atrás, minha vassoura preferida, aquela vassoura especial que voava mais alto do que todas as vassouras, DESAPARECEU, fiquei muito irritada, procurei por toda parte: nas caveras, em baixo das pedras, no fundo do rio mas nada de encontrá-la. Com certeza foram crianças travessas que a esconderam, não acham? Já estava quase desistindo de procurar quando... ah! Que susto, um sapo apareceu com minha vassoura ahahahah eu fiquei muito feliz, senti uma coisa estranha parecia que havia borboletinhas na minha barriga, então resolvi recompensar aquele sapo e, pela primeira vez na minha vida ajudei alguém,  fiz uma poção mágica, adoro fazer poções, fiz minha especialidade: OFALADOM, para que ele recebesse o dom da fala.
                Mas aaah! Que sapo falador, me contou mil histórias: de quando ele tinha chulé porque não lavava o pé e de quando uma princesa resolveu beijá-lo e bla-bla-bla depois, de tanto ouvir histórias, ele me convenceu a mudar de vida e  fizemos um pacto, o pacto do bem. A partir daquele dia nós dois  só iríamos fazer coisas boas, mas,  como é difícil fazer coisas boas né? Todos fogem de mim e ninguém vem me visitar aqui na floresta. Ah mas eu tive uma ideia e um dia , para chamar a atenção das crianças, enfeitei minha casa com gostosuras: tinha bolos, balas, pirulitos e chocolates espalhados por toda a parte, passei dois dias inteirinhos cozinhando, tinha até docinhos de asa de morcego, hummm! Quem não gostaria de um casa dessas? Quem aqui iria lá em casa?

             Então, logo aproximaram-se, da minha casa doce, um menino e uma menina que espalhavam migalhas de pão pelo chão (sei lá eu porque eles faziam isso) mas quando eles me viram levaram o maior susto. Será que sou feia de dar susto? Bom as duas crianças correram em disparada, fiquei chateada e comi os doces sozinha enquanto pensava em outra bondade. Foi então que tive uma grande ideia, fazer a poção da felicidade, misturei de tudo: água de chuva, lágrima de passarinho, risada de bruxa, pelo de coelho e no fim para dar um toque especial coloquei um pouquinho de xixi de sapo, hummm, ficou uma delícia e traz a felicidade eterna. Bom na verdade não sei se funciona pois ninguém quis experimentar. Alguém aqui aceita?
      
            Bom, estou por aqui esperando para fazer bondades e se você quiser me ajudar é só vir comigo até o fim da Floresta Encantada Escura.
HAHAHAHAHA!
 
Fim
Autora: Patricia Alves dos Santos. 26/09/2011.
       
 
          Uma música bonitinha para as bruxinhas boas:

A Bruxinha
Ô bruxinha bonitinha
Da vassoura de capim
Me carrega pelo espaço
Abra os braços só pra mim (2x)
Quem disse que as bruxas são feias
Alcéias, maméias e tal
Não sabem que nas luas cheias
Elas mudam o seu visual
E vestem camisas e meias
Que acham lá no meu varal
E depois cantam como as sereias
Fazem festa, alegria geral
Ô bruxinha bonitinha
Da vassoura de capim
Me carrega pros espaços
Abra os braços só pra mim (2x)



Nós dois lá em cima sozinhos
Varrendo as estrelas do céu
Cá embaixo nossos amiguinhos
Fazendo  maior escarcéu

Os pássaros deixam os ninhos
As abelhas dão um tempo no mel
E assim cantam todos bichinhos
Viva a bruxa de capa e chapéu

Ô bruxinha bonitinha
Da vassoura de capim
Me carrega pros espaços
Abra os braços só pra mim (2x)

Abra os braços só pra mim (2X)

                                                                                                                        Composição: Marcílio Lisboa / Silvio Oliveira



         Espero que tenham gostado. Mais histórias bruxa neste blog em:

9 comentários:

Rérida Maria disse...

Oi Pati, gostei dos textos! Vou levar para o meu blog! Bjs...

aninha disse...

Amei o texto. Parabéns!

Pati Alves disse...

Oi Rérida e Aninha, q bom q vcs gostaram, fiquei muito feliz. Obrigada. Bjs.

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Querida amiga

Na simplicidade
dos contos,
a mente volta
a ser criança...

Que haja sempre
sonhos por sonhar.

Maura C disse...

Olá!!! Obrigada pelo comentário tão positivo na minha página! Estive a ler este seu conto que está fantástico! Muito bem!! Parabéns! Beijinhos

Pati Alves disse...

Obrigada queridos Aluísio e Maura. Bjs.

Reina disse...

Estava procurando para uma contaçao espero que eu me saia bem, torce por mim é amanhã ,pra umas 90 crianças ou mais,se der posto foto.bjs

Pati Alves disse...

Oi Reina, espero q sua contração tenha sido um sucesso.
Mande as fotos.
Bjs

Nathália Stein disse...

Amei esse texto da poção da bruxa!! Ela é perfeita para o conto que irei fazer. Parabéns pelo blog, é muito bom!