quinta-feira, 28 de novembro de 2013

SUGESTÕES NATALINA

Oi pessoal.
Este post é para relembrarmos as coisinhas de Natal que já temos no blog.
Cliquem na imagem e verifiquem a postagem. Fiquem a vontade.
Beijos.




http://patialvesnaeducacao.blogspot.com.br/2011/10/alfabeto-de-natal.htmlhttp://patialvesnaeducacao.blogspot.com.br/2010/12/pinheirinho-de-revista.html

http://patialvesnaeducacao.blogspot.com.br/2011/11/lembrancinha-de-natal.htmlhttp://patialvesnaeducacao.blogspot.com.br/2011/11/papai-noel-lembrancinha.html

http://patialvesnaeducacao.blogspot.com.br/2011/11/hora-de-era-uma-vez.html


http://patialvesnaeducacao.blogspot.com.br/2011/11/normal-0-21-false-false-false-pt-br-x.htmlhttp://patialvesnaeducacao.blogspot.com.br/2011/12/natal-diferente.html


http://patialvesnaeducacao.blogspot.com.br/2011/12/porta-bala-ddo-noel.htmlhttp://patialvesnaeducacao.blogspot.com.br/2012/12/arvore-de-natal-de-revista-e-casa-do_4.html


http://patialvesnaeducacao.blogspot.com.br/2012/12/cartao-de-natal.htmlhttp://patialvesnaeducacao.blogspot.com.br/2012/12/natal-para-colorir.html



segunda-feira, 25 de novembro de 2013

O PRIMEIRO PRESENTE DE NATAL

Olá.
História mais linda do mundo, não tem como não compartilhar.
Que o primeiro presente de Natal esteja sempre em nosso coração.


quarta-feira, 20 de novembro de 2013

CONSCIÊNCIA NEGRA exposição

PÉS DA ÁFRICA:
MINHA HERANÇA É NEGRA

Como encerramento desta proposta de trabalho que vocês já vem acompanhando nas postagens anteriores organizamos uma exposição dos trabalhos das crianças. Estas atividades e a exposição foram organizadas pelas turmas de 1° e 2° anos da escola onde leciona, as professoras que organizaram esse linda trabalho foram Flavia Cassemiro (corregente 1° e 2° ano), Giseli Cruz Dias (regente de 2° e 1° ano), Mônica Schluga (regente informática e 1° ano ), Patricia Alves (regente 2º ano) e Roseliane Lima (1º ano e informática).

O principal objetivo desse projeto foi a valorização da cultura africana e da história do negro no Brasil, identificando as contribuições desse povo, bem como de sua cultura étnica e religiosa para o desenvolvimento de uma sociedade mais humana e solidária.

As crianças desenvolveram este estudo com base principal nas obras: "O cabelo de Lelê", "Crianças como você" e "Pretinho, meu boneco querido".

Os estudantes se envolveram em momentos de leitura, pesquisas (no laboratório de informática e em casa), hora do conto, atividades envolvendo o mapa mundi e produção de cartazes e materiais que valorizam a herança trazida pelos negros aos brasileiros.

Para finalizar e compartilhar o aprendizado adquirido com este estudo, foi organizado uma exposição com todo o material produzido e apresentado uma canção folclórica (apresentação realizada pela turma 2º ano A da professora Giseli) para os colegas da escola.

Verifique a reportagem sobre esta prática no site Cidade do Conhecimento.

Confira as fotos:
















domingo, 17 de novembro de 2013

ABAYOMI


 
ABAYOMI confeccionadas pelos meus educandos. Crianças de 7 e 8 anos de idade.

A palavra abayomi tem origem iorubá, e costuma ser uma boneca negra, significando aquele que traz, felicidade ou alegria. (Abayomi quer dizer encontro precioso: abay=encontro e omi=precioso). O nome serve para meninos e meninas, indistintamente. Não se deve confundir com Abaiomi, também iorubá, de significado diverso.
O nome é comum na África, principalmente na África do sul, embora também seja encontrado com frequência até o norte da África, e mais raramente, no Brasil.


A boneca africana é ABAYOMI era confeccionada nas senzalas e nos porões do navios negreiros por mães para seus filhos, como uma maneira de fazer passar o tempo e distrai-los na longa jornada que era atravessar o Atlântico. O tecido era tirado das barras dos vestidos dessas mulheres heroínas. 



ABAYOMIS confeccionadas pelos meus educandos. Crianças de 7 e 8 anos de idade.



Faça uma ABAYOMI e compartilhe sua felicidade. Veja o vídeo passo a passo.




Comente!

quarta-feira, 13 de novembro de 2013

HORA DE... ERA UMA VEZ... Pretinho, meu boneco querido...

Pretinho, meu boneco querido




Confecção ABAYOMI (boneca africana feita com nós)



Contação realizada na Escola Municipal Professor Ricardo Krieger.
13/11/2013.
Contadora de história: Patricia Alves.

domingo, 10 de novembro de 2013

DIVERSIDADE ÉTNICO-CULTURAL

Olá, desenvolvi com minhas crianças um trabalho bem legal sobre a valorização da diversidade étnica e cultural. Compartilho aqui para auxiliá-los em alguma atividade semelhante.

A atividade ocorreu com o estudo do livro "Crianças como você" de Anabel e Barnabas Kindersley. O livro tras curiosidade,  fotos e imagens do cotidiano de crianças de várias partes do mundo.

Vale a pena conferir:

Basicamente, o trabalho desenvolveu-se da seguinte maneira:
-Observação e leitura do livro (a professore escolheu uma criança representante de cada continente para apresentar aos educandos mas. os educandos tiveram acesso ao livro para ler a história que achassem mais interessante).
-Pesquisa sobre a descendência de cada criança da sala.
-Localização, no Mapa Mundi, dos países dos quais cadaeducando pertence;
-Construção de um gráfico para observarmos melhor de qual continente a maioria das crianças de nossa turma descendem.
-Pesquisa de curiosidades de cada continente;
-Produção de um bonequinho que representasse um dos países dos quais a criança descende (atividade realizada em casa, com a família);
- Confecção de um cartaz.





Este trabalho ampliou o conhecimento de mundo das crianças bem como a valorização e o respeito com culturas diferentes das suas.

Espero que esse trabalho aguce a imaginação de vocês para a criação e divulgação de outros trabalhos sobre o tema.

Lembrem de comenter.

quinta-feira, 7 de novembro de 2013

CONSCIÊNCIA NEGRA (sugestão de livros)

Olá, com a proximidade do dia da consciência negra aumenta a procura de livros que tratam sobre o tema. Deixo aqui minhas sugestões:

TItulo: Menina Bonita do Laço de Fita.
Autora: Ana Maria Machado.
Sinopse: 
O livro conta a história de um coelho branco que admira uma menina negra e tenta a todo custo ter a mesma cor que a menina. O coelho passa por situações engraçadas até aprender que nossas características dependem de nossos antepassados.

Sugestão de trabalho: 
 -Pesquisa sobre a cultura Africana.(elaboração de cartazes);
-Valorizar as características de cada um (auto-retrato);
-Resgate/pesquisa das descendências das crianças da turma. (apresentações em sala);
- Construção da árvore genealógica de cada família.

Título: O Cabelo de Lelê.
Autora: Valéria Belém.
Sinopse: 
O livro conta a história de Lelê, uma menina negra que vai em busca de suas origens para descobrir porque ela tem o cabelo enroladinho.

Sugestão de trabalho:
- Confecção de bonequinos que representem o cabelo de cada criança da turma (usando fios, lãs, papéis,etc), comparar os cabelos para que seja observada a diversidade de tipos de cabelos;
- Pesquisar as diversar características físicas presentes em nosso mudo (pesquisa de imagens);
- Pesquisar o significado "herança étnica" e desenvolver trabalhos sobre as diferentes etnias.

Título: Pretinho, meu querido boneco. 
Autora: Maria Cristina Furtado.
 
Sinopse:
A história da vida aos brinquedos e, um bonequinho negro passa por situações desagradáveis de racismo. Os brinquedos fazem de tudo para desqualificar e humilhar o bonequinho negro até que  um dia, os brinquedos aprendem sobre a luta de Zumbi dos Palmares e dos negros  a partir disso se arrependem a passam a valorizar o povo africano.

Sugestão de atividade
-Pesquisa sobre a história dos negros no Brasil;
-Valorização da luta e dos heróis africanos (elaboração de cartazes);
-Confecção de bonequinhos negros (bonequinho de nó).

Espero que tenham gostado das dicas. Gostaria que vocês utilizassem o espaço dos comentários para mais sugestões de livros. 
Obrigada, com carinho.

terça-feira, 5 de novembro de 2013

CONSCIÊNCIA NEGRA


Continuamos acorrentados

       Salve Zumbi, salve Quilombolas, salve a luta em prol da cultura africana e da liberdade de seu povo. 20 de Novembro (dia da morte de Zumbi, em 1695) é a marca da resistência e da luta do povo africano que tanto enriqueceu a cultura brasileira.
       O feriado de 20 de  Novembro é um chamado à reflexão sobre a diversidade cultural existente em nosso país. Esse dia homenageia todos os negros e negras que, representados, na figura de Zumbi dos Palmares (negro que lutou pela liberdade de seu povo e pela resistência ao sistema escravista) continuam a combater o preconceito étnico, religioso e classista ainda tão presentes em nossa sociedade.
        Os negros e as negras são os maiores representantes de luta e de resistência em nosso país, com eles devemos aprender a nos libertamos das correntes que, atualmente, são invisíveis. Há 125 anos  escravos e escravas brasileiras conquistaram oficialmente a liberdade mas, até hoje precisam lutar para que seus direitos sejam efetivados.
         Vamos "ocupar" o 20 de Novembro e efetivar a luta pela liberdade e diversidade.

VIVA ZUMBI DOS PALMARES!
VIVA A CULTURA AFRICANA!
VIVA A CULTURA AFRO-BRASILEIRA!
VIVA 20 DE NOVEMBRO!

Declaro aqui meu repúdio à Associação Comercial do Paraná que não valoriza a história do negro na Brasil.